quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Defender Rojava - chamada URGENTE para solidariedade

CHAMADA URGENTE
para DIA de ACÇÃO GLOBAL a 12 de OUTUBRO


Contra a Ocupação Turca e a limpeza étnica dos Curdos no Nordeste Sírio



Desde a criação da administração autónoma no Nordeste da Síria (FDNS – Federação Democrática do Norte da Síria), que a fronteira com a Turquia tem estado em hiper-vigilância e não houve uma única investida armada contra a Turquia que tivesse originado deste território. Em recentes conversas, mediadas pela administração dos EUA, entre a FDNS e o estado turco, as Forças Sírias Democráticas (SDF- Syrian Democratic Forces) têm demonstrado a sua vontade de cooperar com o objectivo de alcançar paz duradoura.

Na declaração que a Casa Branca entretanto divulgou, é evidente que o presidente dos EUA, D.Trump, está a infringir o acordo feito entre a FDNS e o estado turco. Esta declaração demonstra que os EUA parecem ter abandonado o povo curdo, assim dando azo a que uma zona que até então era um oásis de estabilidade e coexistência pacífica na Síria, tenha que enfrentar novamente uma temporada de conflitos sangrentos.

Erdogan e o sistema autoritário são sinónimo de uma ditadura totalitária, de militarismo e de perseguição violenta às minorias, aos Curdos e seus aliados no Nordeste da Síria. Mais de 11.000 homens e mulheres das forças de defesa nesta região síria, deram as suas vidas para a liberar do jugo do auto-proclamado estado islâmico (ISIS), protegeram as pessoas que lá viviam e assim deram-lhes a possibilidade de um futuro melhor. Além disso, mais de 22.000 combatentes foram feridos durante o árduo decurso deste conflito. Por isto ter acontecido, o mundo foi protegido da brutalidade do ISIS.

Uma invasão da região nordeste da Síria por parte das forças turcas, irá criar as condições necessárias para que o ISIS volte e retome os seus crimes contra a humanidade. Mais uma vez, todo o Médio-Oriente, a Europa e o mundo terá que lidar com esta ameaça que pode provocar perdas incalculáveis, destruição e obrigar milhões a terem que deixar as suas casas e a refugiarem-se.

É por isto que urgimos à comunidade internacional e todas as organizações sociais em redor
do mundo que actuem e se rebelem contra a ocupação turca e a limpeza étnica dos Curdos e da região Nordeste da Síria, no dia 12 de Outubro de 2019.


- Fim à ocupação turca
- Fim à limpeza étnica por parte da Turquia

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

12 de Outubro, 18 horas: Música de Combate no CCL!

Música de Combate no CCL!

Ângela Polícia (Apresentação do albúm "Apútece-me")
Ruben Ferreira aka Tom
Tiago Quintans aka TK
Uno

Centro de Cultura Libertária Rua Cândido dos Reis, 121, Cacilhas.

sábado, 14 de setembro de 2019

29 de setembro: Manifestação de protesto contra as Burricadas


















Junto com o VOE (Veganismo de Oposição à exploração), iremos realizar um protesto (silêncioso) contra a Burricadas que se realiza anualmente na Rua Cândido dos Reis, ainda nos tem sido recusada a informação sobre a data, mas estamos já com o protesto e evento preparado. Pormenores finais em breve.


Olá, boa gente,

Já temos data: 29 de setembro.

14 horas: manifestação contra "montadas" e corridas de burros.
a partir das 15h30: Haverá um lanche vegano no CCL, podem também trazer o vosso "farnel"
A manifestação terminará, assim que terminarem as corridas de burros.

No que consistirá o protesto (lembramos sempre que será pacífico e silencioso e que a CMA será avisada):
Ter uma faixa "os animais não são um brinquedo".
Ter um local mais fixo de protesto (entre a porta nº 121 e 129), onde nos concentraremos (grupo e indivíduos com seus cartazes e faixas, só pedimos que sendo organizado por um grupo vegano tenham tal em consideração), perto do CCL (onde haverá um almoço às 13), será entre as 14h e depois as corridas da parte da tarde (partir das 16h) e ficaremos até ao fim das corridas..
Distribuir flyers sobre os malefícios de tais eventos para a saúde física e psicológica dos burros.
Uma pequena performance "o burro triste" seguirá a corrida.

O artigo 45 da constituição será invocado tal como o Decreto-Lei n.º 406/74, mas faremos aviso prévio (mesmo não sendo obrigatório) dentro dos parâmetros estabelecidos, para que não haja qualquer justificação para impedir a manifestação pacífica e silenciosa ou uso da polícia por parte de quem irá torturar os animais para nos retirar (como já dissemos nem estaremos no caminho ou tentaremos impedir o evento para não stressar ainda mais os burros ou dar motivos para os promotores da barbaridade usarem a força policial). Ao contrário do que irá acontecer do "outro lado" : histeria e violência. A nada disto responderemos se nos for dirigida. Lembramos que a rua é pedonal e turística e que muitas pessoas concordarão e apoiarão a nossa ação. Não é um local fechado para a realização da barbaridade. Abraço, contamos com a vossa presença.

Entretanto, podem continuar a tentar o protesto via email, mas já é certo que não resultou:
emails: geral.510@escutismo.pt (Agrupamento 510 Cacilhas, organizadores), almada21@cma.m-almada.pt, dep.cultura@cma.m-almada.pt (departamentos culturais de Almada) e geralcacilhas@uf-acppc.pt e geral.assembleiafreguesia@uf-acppc.pt (junta de freguesia)
texto recomendado: Excelentíssimos/as senhores e senhoras,
Tomei conhecimento que em setembro de 2019 ir-se-á realizar uma 'burricada' na vossa ilustre freguesia de Cacilhas, onde um agrupamento de escuteiros que prometeu proteger a natureza e animais no seu código irá explorar animais, mais especificamente burros, na tentativa de angariação de fundos para seu coletivo.
Em primeiro lugar fico bastante espantada com o facto de um agrupamento de escuteiros católicos se encontrar a utilizar animais para angariação de fundos, que tem no seu código 6 o seguinte:
6. O Escuta protege as plantas e os animais.
"Você reconhecerá como companheiras as outras criaturas de Deus, postas, como você, neste mundo, durante certo tempo, para gozar suas existências. Maltratar um animal é, portanto, um desserviço ao Criador. Um Escoteiro deve ter um grande coração." Baden-Powell
Neste sentido utilizar um animal dócil como um burro ao longo de um dia, que quando não está preso e confinado num pequeníssimo recinto debaixo de calor intenso, é forçado a transportar pessoas numa atividade recreativa e desnecessária, numa volta constante repetitiva numa rua pedonal sobrelotada, terminando o dia numa corrida em que através de gritos, puxões e palmadas coagem os animais a vencerem uma corrida por eliminatórias num ambiente hostil de uma multidão ululante, deve ser considerado mau trato ao animal e extremamente cruel. Principalmente considerando a causa a que se trata, para obter dinheiro.
A exploração de animais para meios recreativos está a tornar-se algo do século passado, cada vez vê-se menos circos com animais, menos carroças de animais, porque a opinião pública tem vindo a mudar no que se considera o bem estar destes animais.
Deste modo é extremamente lamentável a câmara municipal de Almada e a Junta de Freguesia de Cacilhas dar luz verde para este tipo de eventos onde animais estão a ser explorados e vítimas de maus tratos.
Gostaria de saber se agora a vossa Câmara e freguesias serão sempre palcos para maus tratos a outros seres sencientes neste sentido.
Agradecia que validassem a vossa posição relativo à aprovação deste tipo de eventos de abuso e exploração animal, principalmente vindo de uma entidade que se compromete a defender a natureza e os animais.
Os meus melhores cumprimentos,
Nome
local, data'

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

07/09 20h, Jantar Benefit no CCL!

Mais um jantar vegano com os excelentes produtos da horta (Quinta Maravilha).

18h: Abertura e "cozinhanço".
20h: Jantarada.

Convívio / Conversas;
Comida vegana e um “copinho”;
Música ambiente;
Livros / Zines / Revistas;
Distribuidora do CCL e banca do VOE;
e Boa disposição.

O Jantar é benefit para o Centro de Cultura Libertária e VOE – Veganismo de Oposição à Exploração.


no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

2 meses de AMAP Maravilha e Centro de Cultura Libertária.

Dia de balanço e de partilhas.
As actividades agrícolas são duras mas a colheita e a partilha são altamente compensadoras.
Agricultura de Proximidade fica mais fácil quando entre amigxs.
Gratidão pelo desenho Ka Morgane!! 


sexta-feira, 26 de julho de 2019

Agradecimento do CCL a companheir@s da Holanda

Na sexta-feira passada, em Amesterdão, houve concerto benefit para o Centro de Cultura Libertária!
Agradecimentos do fundo do coração aos noss@s compas na Holanda!

quarta-feira, 24 de julho de 2019

27/07. 10h: No mar como em terra, reclamamos o Sado! (Sim ao Sado, Não às Dragas)

Data:27 de Julho
Hora: 10 horas
Local: Parque Urbano de Albarquel, Setúbal

Objectivo/manifesto:

O Rio Sado é fonte de vida há milhões e, sustento humano há milhares de anos. Nele prosperaram inúmeras gerações.

Contudo, essa fonte de vida tem estado sob ameaça de visões industriais de curto prazo, longos euros para poucos e severas
consequências para todos (a nível ecológico, social e económico).

Para que as próximas gerações também possam ter no rio azul a fonte de vida, sustento, lazer e poesia com que ainda somos agraciados, a 27 de Julho entramos no rio...
Porque o reclamamos como herança de todo um povo e não como matéria para exploração desmedida.

Venham com as vossas embarcações (Traineiras, kayaks, canoas, pranchas, semi-rigidos, jangadas, veleiros,...) e juntem-se ao passeio/protesto, do P.U.A. até ao jardim da beira mar (onde está sediada a A.P.S.S.)

Se não nós, quem?

segunda-feira, 1 de julho de 2019

06/07, 19h: O concerto mais pequeno do mundo, pt.2: Sharp Knives

no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada

























O concerto mais pequeno do mundo, pt.2: Sharp Knives

A semente germinou e está aí a segunda leva do concerto mais pequeno do mundo, no pequeno e aconchegante CCL. Desta vez com xs companheirxs Sharp Knives, anarcho folk punk desde Lisboa!

6 de Julho - 19 horas

Vai haver jantar vegano!

domingo, 23 de junho de 2019

14/07, 18h: Interseccionalidade e o Veganismo (3 vídeos) + Jantar

14 de julho, 18 horas : Interseccionalidade e o Veganismo (3 vídeos)

3 vídeos, 3 testemunhos
no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada


Como cooptaram o veganismo? 22:08
(sobre o veganwashing, com a Sandra Guimarães)

Racismo no movimento vegano 20:27
(da ativista antirracista, vegana e feminista Nátaly Neri)

Porque Toda Feminista Deveria Considerar o Veganismo 11:22
(com “de Sofia!”)

18 horas: visionamento dos vídeos
20 horas: jantar vegano (benefit para o CCL e para os projetos de defesa animal que o VOE tem apoiado)
 
A banca solidária do VOE estará presente.

quinta-feira, 20 de junho de 2019

23/06,17h: CCL RESISTE! Convívio de São João

no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CCL RESISTE!

23 de junho às 17 horas

PrivatizaSão João
EspeculaSão João
TuristifícaSão João
GentrificaSão João 
NegociaSão João

Bancas e Djs.

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Apelo de solidariedade internacional! (desde Turim)




Boas pessoal! Apelo de solidariedade internacional!

Na manhã de 29 de maio de 2019, no tribunal de Turim, Itália, foi realizada a primeira audiência no julgamento contra alguns anarquistas pela ocupação do Corso Giulio 45 (Turim). Um dos réus é Silvia, presa a 7 de fevereiro no contexto da operação repressiva “Scintilla” e do despejo do Asilo Occupato, na mesma cidade. A companheira, via videoconferência (por estar impedida de estar presente nas audiências) leu um texto escrito por ela e Anna, anunciando o início de uma greve de fome contra as condições e restrições impostas na secção AS2 da prisão de L'Aquila, condições prisionais comparáveis às detenções sob o regime 41bis, presentes na prisão onde estão detidas. Lembramos que a companheira anarquista, Anna Beniamino, está presa desde 6 de Setembro de 2016 no âmbito da operação “Scripta manent”, para a qual, no dia 24 de Abril, foi proferida a sentença no julgamento de primeira instância. Ela foi condenada a 17 anos de prisão efectiva e, quatro outrxs companheirxs, a 5 e 20 anos de prisão.
Solidariedade revolucionária com xs companheirxs em greve de fome e com todxs xs anarquistas presxs!

Aqui está o texto de Silvia e Anna:

“Estamos detidas há quase dois meses na secção AS2 feminina de L'Aquila.
As condições de detenção reflectem o regulamento do Artigo 41bis da lei italiana que são bem conhecidas, aqui e no exterior.
Estamos convencidas de que nenhuma melhoria poderá e/ou será efectuada, não apenas para as questões básicas, como estruturais, da secção amarela (ex-41bis): toda a prisão é destinada, quase exclusivamente, ao regime 41bis, de modo que, alterar os parâmetros do regulamento por uma pequena secção, parece de mau gosto e impraticável. Dadas as condições, ainda mais pesadas, que se sofrem a poucos metros daqui. Não podemos deixar de pensar em quantos e quantos lutaram durante anos, acumulando relatórios e julgamentos criminais. Somado a isso, está a tentativa desajeitada do DAP (Direcção da Administração Penitenciária) ,de fazer face às despesas, estabelecendo uma secção mista anarco-islâmica, que resultou numa proibição adicional de reunião, na secção em si, com um isolamento contínuo.
Existem condições de prisão, comuns ou especiais, ainda piores que as de L'Aquila. Mas tal nunca será uma boa razão para não nos opormos ao que eles impõem aqui.
Nós, deste pão, não comeremos mais! No dia 29 de maio começamos uma greve de fome pedindo a transferência desta prisão e o encerramento desta secção infame ”.
Silvia e Anna

Nota: entretanto mais prisioneirxs entraram em greve de fome, em solidariedade.

quinta-feira, 13 de junho de 2019

16/06 20h, Jantar da horta no CCL!

Jantar da horta no CCL!


Domingo, 16 de Junho às 20 horas

18:00 | Abertura e cozinhanço
20:00 | Jantarada

Jantar vegano no CCL preparado com legumes de produção ecológica do pessoal da Quinta Maravilha, em Palmela, obtidos através da associação de manutenção da agricultura de proximidade que se está a iniciar a partir do CCL.

no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada


segunda-feira, 6 de maio de 2019

11/05 16h, AMAP - Associação pela Manutenção da Agricultura de Proximidade













11 de maio, 18 horas















AMAP- Associação pela Manutenção da Agricultura de Proximidade

VAMOS CRIAR UMA REDE DE APOIO MÚTUO

Exibição do filme:

"The strategy of crooked cucumbers"


Conversa:
O que é uma AMAP?
O que será esta AMAP?

Jantar vegan com produtos lá da horta

no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Dia 4 de maio, 17h: "A Onda"

Dia 4 de maio, 17h: "A Onda"

Sinopse: Baseado em factos reais. Numa escola, os alunos têm de escolher entre dois temas, anarquia ou autocracia. Contrariado, o professor Rainer Wenger é escolhido para dar aulas de autocracia. Mas na mesma aula ele decide, para exemplificar aos alunos, relutantes quanto à possibilidade de uma nova ditadura fascista, como formar um governo fascista dentro da sala de aula.
Eles darão o nome de "A Onda" ao movimento, escolhem uniformes e até mesmo uma saudação. Os alunos começam a propagar "A Onda" pela cidade, tornando um trabalho de escola num movimento real. Quando o fanatismo toma conta do projeto, já é tarde demais.
Idioma: Alemão, Legendas: Português do Brasil. 107 minutos
Seguido de conversa e jantar vegano. Organização: Plataforma Antifascista de Lisboa (como parte do Ciclo de Cinema Antifascista) e Centro de Cultura Libertária
Entrada Livre
no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada

sábado, 6 de abril de 2019

O nosso obrigado à Fishladen e às bandas que participaram no Benefit

Thanks for the benefit!!!
No passado dia 9 de março a Fishladen fez um concerto benefit em Berlim para o Centro de Cultura Libertária: a ela e às bandas Out of Phase, Dog Dimension, Mainlined Heroes, e a toda a gente que participou: o nosso sincero obrigado e abraço fraterno.
 

domingo, 24 de março de 2019

30/03, 16h: Oficina de fitocosmética caseira

Oficina de fito cosmética caseira no CCL.
Sábado, 30 de Março, as 16 horas + Jantar Vegano (20h)
Com Go.S.A - Grupo Saúde Anti-autoritária


Inscrevam-se por mensagem ou por mail: saudeantiautoritaria@disroot.org

quinta-feira, 14 de março de 2019

23 de março, 16 horas: Oficina de serigrafia

A Banka Rrota estará no CCL para uma oficina de serigrafia para fazer uma demonstração de todo o processo de serigrafia, em t-shirts, sacos de pano e outros materiais também de pano. Aparece.


T-shirts feitas pela Banka Rrota para o CCL.

sexta-feira, 8 de março de 2019

16 de março: "Concerto mais pequeno do mundo" I

"Concerto mais pequeno do mundo", será um formato de evento para concertos de x em x tempo, no interior do pequeno grande CCL. A primeira edição terá a participação do Frederico Freddy Locks Oliveira e os Simply Rockers Sound System.
A semente só germina se tiver água!
16 de Março, 18 horas.

terça-feira, 5 de março de 2019

Domingo, 10 de março: "Wasted Waste"

10 de março (domingo)
Apresentação do filme "Wasted Waste", seguido de conversa com intervenientes. 

18.00 | Projecção do filme
20.00 | Jantar freegan vegan



WASTED WASTE
Realizado por
Pedro Serra

"Documentário sobre estilos de vida Freegan, baseados no boicote ao capitalismo, rejeitando qualquer forma de exploração animal ou humana, através do consumo limitado e consciente de recursos, bem como o resgate de desperdício, procurando soluções sustentáveis, numa sociedade que produz acima das suas necessidades."
no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Domingo, 17 de fevereiro: "Fascínio"

17 de fevereiro (domingo)
Projecção do documentário "Fascínio" com apresentação pelo colectivo Left Hand Rotation

18.00 | Projecção do filme
20.00 | Jantar vegano




FASCÍNIO
(2018; 68 min)
Um documentario de Left Hand Rotation sobre massificação turística em Sintra

"Fascinados pelo final do mundo conhecido, pelos segredos escondidos nos subterrâneos, uma multidão aproxima-se de Sintra. Os rastos das suas vivências inundam um destino prestes a colapsar e colocam-nos perante o dilema. Continuar a gerdemora do inevitavel? Ou penetrar na serra? Quem acreditar no seu mistério, encontrará na novidade do que é muito antigo, caminhos esquecidos, a fuga ao eterno retorno."

no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

O Centro de Cultura Libertária agradece a solidariedade!

O Centro de Cultura Libertária agradece a solidariedade!

Atingimos o objectivo da campanha de Crowdfunding angariando assim o suficiente para manter o espaço que alugamos em Almada há 45 anos até conseguirmos uma nova sede.

Agradecemos a todxs os amigxs, vizinhxs, conhecidxs e companheirxs que de todos os cantos do mundo nos apoiaram com donativos, traduzindo e divulgando o nosso apelo, organizando benefits e concertos, colando cartazes, cedendo o espaço para actividades… Sentir na pele a força dos princípios da solidariedade, apoio mútuo e auto-organização faz-nos querer ainda mais continuar a nossa luta por um mundo livre e igualitário.

Continuaremos a abrir portas para a nossa biblioteca, distribuidora de livros e discos; a promover debates e projecção de filmes, conversas e apresentações de textos, jantares, workshops, tentando ser um espaço de reflexão, encontro e divulgação do ideal anarquista.

Esperamos pela vossa visita em breve!

Centro de Cultura Libertária
Fevereiro de 2019

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

22 de dezembro: Feira Benefit, Jantar e Conversa com o GAIA e o CCL

22 de dezembro (sábado)

Espaços autónomos no centro das cidades: Feira Benefit, Jantar e Conversa com o GAIA e o CCL

18.00 | Feira benefit 
20.00 | Jantar
21.00 | Conversa sobre espaços autónomos no centro das cidade






Numa cidade cada vez mais dominada por interesses económicos que lugar há para os espaços autónomos? Qual a importância destas ilhas de resistência e pensamento crítico? Como defender os nossos espaços? Conversa com pessoal do GAIA (Lisboa) e do Centro de Cultura Libertária (Cacilhas).

O lucro das actividades reverte para a campanha de crowdfunding do CCL: https://ppl.pt/causas/ccl
no GAIA - Rua da Regueira, 40, Alfama

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

9 de dezembro: "Como una piedra en el zapato"

9 de dezembro (domingo)
Projecção do filme "Como una piedra en el zapato", seguido de conversa com os realizadores.

18.00 | Projecção do filme
20.00 | Jantar vegano


Oaxaca, México: Na luta pela defesa dos direitos indígenas e os seus territórios, CODEDI decide ocupar 300 ha de terra em 2013 para responder às necessidades dos povos nas comunidades vizinhas.
Por não querer a intervenção do estado nas suas comunidades nem a invasão do capitalismo nos seus territórios, sofrem ataques continuamente.
Desde o amor que têm à vida ganham forças para resistir e avançar no seu processo de autonomia.

no Centro de Cultura Libertária
Rua Cândido dos Reis, 121, 1º Dto.
Cacilhas - Almada

Il CCL ha bisogno del tuo aiuto!


https://ppl.com.pt/causas/ccl



Il Centro de Cultura Libertária, associazione anarchica con 44 anni di attività a Cacilhas-Almada è di nuovo sotto minaccia. La continua pressione del mercato immobiliare, la modifica della legge sugli affitti e la gentrification che impongono l'uscita degli abitanti dai luoghi centrali delle città, la distruzione degli spazi senza fini di lucro e la chiusura delle piccole attività commerciali, colpiscono, adesso, anche il CCL.

Cosa succede?

Non è la prima volta che la permanenza del CCL nella sua sede storica è messa in causa.
Tra il 2009 e il 2011 il Centro de Cultura Libertária ha resistito contro un processo di sgombero da parte del proprietario. Solo la solidarietà di molti collettivi e individualità, di qui e dall'estero, ci ha permesso far fronte ai costi del processo giudiziario, che ha comportato due verdetti e un ricorso. Alla fine, siamo arrivati ad un accordo sull'aumento dell'affitto che ci ha permesso di usare lo spazio senza cambiamenti fino alla fine del contratto.
Intanto, nel 2014, a causa dei cambiamenti della legge degli affitti a favore degli interessi dei proprietari, la durata del contratto del CCL è passata ad essere di cinque anni. Siamo arrivati adesso, alla fine del 2018, al punto in cui, così come sta succedendo a migliaia di inquilini, la continuazione dell'affitto del nostro spazio sarà alla mercé del proprietario e delle condizioni che questo ci vorrà imporre.

Perché aiutare il CCL?

Il CCL è un ateneo culturale anarchico fondato nel 1974 da vecchi militanti libertari che hanno resistito alla dittatura, utilizzando, già da allora, lo spazio affittato al numero 121 di Rua Cândido dos Reis, a Cacilhas. Il Centro possiede una biblioteca e un archivio unici in Portogallo, con documenti pubblicati durante gli ultimi cento anni, così come una distro di cultura libertaria. Durante la sua esistenza, il Centro ha accolto innumerevoli attività, come dibattiti, incontri, cicli di lettura, proiezioni, workshops e cene, ed ha fatto da casa a molti gruppi e collettivi libertari. Diverse pubblicazioni sono state editate qui, come la Voz Anarquista negli anni '70, la Antítese negli anni '80, il Boletim de Informações Anarquista negli anni '90 e la rivista Húmus nel primo decennio di questo secolo.
Come associazione anarchica, il funzionamento del CCL è orizzontale ed ha come base un'assemblea di soci, dove sono prese le decisioni e distribuiti i compiti inerenti alla vita dell'associazione. La partecipazione nel CCL è sempre fatta di forma volontaria, non retribuita e senza fini di lucro. Le uniche fonti di finanziamento sono le quote dei soci, i ricavati della libreria e delle cene e le donazioni solidarie.




Quale futuro per il CCL?

Noi non vogliamo che il Centro de Cultura Libertária chiuda! Vogliamo che continui ad esistere come associazione libertaria attiva da molti anni!
Ma in questo momento, il futuro del CCL è in gioco: può passare dalla permanenza nello stesso locale, pagando un affitto molto più alto, al trasferimento ad un nuovo spazio, dove cercheremmo di avere migliori condizioni per le nostre attività, ma dove le spese saranno anche più alte.
In entrambi i casi, e date le condizioni imposte dall'attuale mercato immobiliare, sappiamo che avremo bisogno di ricorsi economici di cui non disponiamo. Per questa ragione, stiamo iniziando una campagna di raccolta fondi, che includerà un crowfunding, concerti, cene ed altre iniziative.
Contiamo con il tuo aiuto solidario perché insieme possiamo garantire un futuro per il CCL. Centro de Cultura Libertária
Ottobre 2018
C.C.L. bank account details for donations
Holder: CENTRO DE CULTURA LIBERTÁRIA
IBAN: PT50003501790000215493029
(Bank: Caixa Geral de Depósitos)
Contacts
E-mail: ateneu2000@gmail.com
Mail: Apartado 40 / 2800-801 Almada – Portugal
http://culturalibertaria.blogspot.com
www.facebook.com/CulturaLibertariaCentro
The website for the crowdfunding effort can be found here:
https://ppl.com.pt/causas/ccl